Protesto do dia 13 pode ter participação maciça

foradilmaVelocidade de confirmações nas redes sociais tende a superar as manifestações anteriores

Os protestos contra o governo Dilma Rousseff organizados nas redes sociais para o próximo dia 13 de março podem superar o número de participantes dos anteriores, avalia a consultoria do economista Nouriel Roubini (RGE Monitor). A análise leva em consideração a velocidade de confirmações e interessados a participar nas manifestações.

O ritmo tem crescido nas últimas semanas e parece relativamente elevado, aponta a RGE a partir dos dados colhidos no dia 24 de fevereiro. “Isso sugere que o comparecimento pode ser maciço nos próximos protestos”, indica o texto assinado pelos economistas Ariel Rajnerman, Andre Pacheco

Manifestações 

O número de confirmados e interessados, há três semanas do evento, era de 7% na comparação com os convidados. Nos dois últimos grandes eventos de sucesso, de março e agosto do ano passado, a taxa de confirmados mais interessados era em torno de 15%.

Desde o dia 24 de fevereiro, o número de 85 mil de confirmados e interessados saltou a 141 mil, o que dá um aumento de aproximadamente 65%. Já os convidados passaram de 1,2 milhão a 1,7 milhão. Ou seja, o percentual de confirmados está em 8,3%. Na maior manifestação até hoje, a de março de 2015, o número de confirmados e interessados foi de 165 mil, que provavelmente será superado nos próximos dias.

Protesto Número de participantes Evento mais relevante no Facebook
Confirmado Interessado C+I Convidados Organização
15/03/2015 2.400.000 150.000 15.000 165.000 1.000.000 Impeachment Já
12/04/2015 701.000
16/08/2015 879.000 100.000 11.000 111.000 905.000 Vem pra Rua
19/10/2015 2.000 8.500 1.300 9.800 72.000 Vem pra Rua
13/12/2015 83.000 13.000 8.000 21.000 225.000 Vem pra Rua
13/03/2016* 60.000 25.000 85.000 1.200.000 Vem pra Rua

* Dados de 24/02/2016. Fontes: Roubini Global Economics, Vem pra Rua, Departamentos de Polícia, Globo e Facebook. Organizado por RGE Monitor